Notícias - Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil - OFM

Dezessete jovens fazem a Primeira Profissão nesta quinta

09/01/2019

Notícias

 

Moacir Beggo

O Noviciado São José de Rodeio, em Santa Catarina, estará em festa neste dia 10 de janeiro de 2019 com a Primeira Profissão de 17 noviços. Depois de viverem um ano intenso de oração, trabalho e estudos do modo de vida franciscano, o Definitório Provincial deu-lhes o aval que façam a Profissão Temporária na Ordem dos Frades Menores, durante a Celebração Eucarística, presidida pelo Ministro Provincial Frei César Külkamp, às 19 horas, na Igreja São Francisco de Assis.

Esta 117ª turma do Noviciado é composta por doze brasileiros: Frei Daniel Maciel; Frei Francisco Teixeira Junior; Frei Franklin Matheus da Costa; Frei Gabriel Nogueira Alves; Frei Guilherme Plotegher Neto; Frei Josielio da Silva Oliveira; Frei Lucas Moreira Almeida; Frei Marcelo Tadeu da Silva Cardoso; Frei Roberto Rocha da Silva; Frei Sérgio Hide Honna; Frei Thierry Melo de Paula; Frei Yves da Costa Bernardes Leite; e cinco angolanos da Fundação Imaculada Mãe de Deus (FIMDA): Frei Abel Ndala Sahuma Nganji; Frei Clementino Samuel Miguel; Frei David Vicente da Conceição Gaeita; Frei Luís António Gungo; Frei Valódia João Manuel Baptista Manuel. O brasileiro Frei Éverton Junior Goschel Broilo e angolano Frei Silvano Kessongo Pinto Leitura continuam por mais um tempo fazendo a experiência do Noviciado. Frei Silvano continua no Noviciado de Angola.

O mestre Frei Samuel Ferreira

Segundo o Mestre Frei Samuel Ferreira de Lima, este ano foi intenso, a começar por mais um atraso na admissão dos noviços angolanos, que só chegaram ao Brasil no dia 22 e foram acolhidos em São Paulo no dia 23 de janeiro. “Este ano de noviciado foi tranquilo no aspecto de integração e da caminhada da turma, pois havia sempre muito interesse e empenho em aprofundar a espiritualidade e o carisma franciscano. Os desafios foram os inúmeros problemas de saúde que surgiram durante o ano. Alguns já tinham um histórico de tratamentos, outros foram surgindo durante a caminhada, exigindo muito jogo de cintura para conciliar exames e consultas em cidades maiores, como Blumenau, Indaial e Timbó e, ao mesmo tempo, horários e tarefas da casa. O elevado número de medicamentos usados nos chama a atenção para um trabalho mais ostensivo na questão da saúde, de uma alimentação equilibrada e saudável. Vivemos, hoje, numa sociedade que fabrica doenças, independentemente de idade, pelo modo incorreto de levar a vida. O nosso carisma e a Laudato Si’ do Papa Francisco nos apontam caminhos de harmonização com as criaturas e o Criador. Só assim teremos saúde plena espiritual e física. Mas as tempestades passaram e todos estão chegando ao fim de mais uma etapa com firmeza e alegrias”, comemora Frei Samuel.

O mestre afirma que nesta turma se percebem grandes valores e um desejo ardente de crescimento e amadurecimento na fé e no seguimento de Cristo. “É um grupo com muitas lideranças positivas e que enriquece o caminhar. Há muita criatividade e sentido de pertença. Foi um ano muito rico e cheio de experiências marcantes. Deus seja Louvado por tudo!”, celebra Frei Samuel, que, depois de nove anos, está deixando o Noviciado para continuar sendo mestre dos professos temporários da etapa de Filosofia, em Rondinha.

Segundo a Ordem dos Frades Menores, o tempo da Profissão Temporária é o “período durante o qual se completa a formação para viver de modo mais pleno a vida própria da Ordem e melhor cumprir sua missão”. Na Ordem Franciscana, os votos dos professos temporários são renovados anualmente até o momento da Profissão Solene.

Noviços durante o retiro de preparação para a Primeira Profissão

A profissão religiosa na Ordem Franciscana, emitida nas mãos do Ministro Provincial, faz-se nos seguintes termos: “Para louvor e glória da Santíssima Trindade, eu, Frei N.N., tendo o Senhor me dado a graça de seguir mais de perto o Evangelho e os passos de nosso Senhor Jesus Cristo, em tuas mãos, Frei César Külkamp, com firme fé e vontade, faço voto a Deus, Pai santo e todo-poderoso, de viver por um ano, em obediência, sem nada de próprio e em castidade. Ao mesmo tempo, professo a vida e a regra dos Frades Menores, confirmada pelo Papa Honório, e prometo observá-la fielmente segundo as Constituições da Ordem dos Frades Menores. Entrego-me, pois, de todo o coração a esta Fraternidade, para que, pela ação eficaz do Espírito Santo, guiado pelo exemplo de Maria Imaculada, por intercessão de nosso Pai Francisco e de todos os santos, e com a ajuda fraterna de todos, eu possa tender constantemente para a perfeita caridade, no serviço a Deus, à Igreja e aos homens”.

Para este momento importante na vida religiosa, os noviços participaram de um retiro que terminou com a oração das Vésperas da Solenidade da Imaculada Conceição (de 3 a 7 de dezembro) e com a Missa na capelinha do Eremitério Beato Frei Egídio, presidida por Frei Raimundo de O. Castro.


CONHEÇA TODOS OS PROFESSANDOS: